Noites em Claro: o desafio ao tempo de Feco Hamburger

janeiro 23, 2020 | Crítica, ensaio, Exposições, Feco Hamburger

Obras da série Noites em Claro, de Feco Hamburger, que integram o acervo da Biblioteca Nacional da França

Noites em Claro, série de fotografias de Feco Hamburger, acaba de ter trabalhos incorporados à recém-inaugurada coleção de fotografia brasileira da Biblioteca Nacional da França (BnF). A coleção contempla trabalhos de fotógrafos como Sebastião Salgado, Miguel Rio Branco e Geraldo de Barros. Em um total de 40 fotografias, de raro impacto visual, Noites em Claro capta, em registros de longa exposição, o acúmulo da luz existente, mas não visível aos nossos olhos, em um único fotograma, imprimindo na película o registro do tempo – diferentemente do olhar humano, que registra senão instantâneos.

Leia mais

A Noite dos Tempos, por Diógenes Moura

dezembro 1, 2019 | Crítica, ensaio, Exposições, Feco Hamburger

Fotografia da série Noites em Claro, de Feco Hamburger, em mostra na Pinacoteca do Estado, em São Paulo

Diógenes Moura

A ciência na busca de uma ação precisa na fotografia de Feco Hamburger é a de virar a noite pelo avesso, num desafio “irracional” de aproximar-se da natureza do tempo e, com isso, juntá-la à natureza do homem, para falar de um sistema comum aos dois, através de imagens noturnas de longa exposição. A partir desse sentido ele traz para fora do diafragma o “dia” que lá dentro a luz invisível a olhos nus revela, fotograma por fotograma. O resultado são imagens com intensa poesia, vindas de um mundo em silêncio; vindas das fases da lua que invocam noites “de sol” em paisagens bucólicas; vindas de uma geografia que recorta sistemas impensáveis; vindas de tensas metáforas em seus riscos de neon que tanto percebem a velocidade da imagem buscando a velocidade da luz, no meio da cidade adormecida.

Leia mais

Preview: Janaina Torres Galeria na Pinta Miami 2019

novembro 27, 2019 | Andrey Zignnatto, Feco Hamburger, Sandra Mazzini, Stephan Doitschinoff

Anunciamos com prazer nossa participação na Pinta Miami 2019. Estaremos presentes com obras de Andrey Zignnatto, Feco Hamburger, Sandra Mazzini e Stephan Doitschinoff.

Andrey Zignnatto, Sem título ( da série Guilhotina ), 2019, Fatias de tijolos cerâmicos, cabo de aço de guilhotina, 120 x 50 x 20 cm

 

Andrey Zignnatto, Sem título ( da Série Manta ), Mini cobogó cerâmico, cimento, massa epoxi, ferro e cabo de aço, 2019, 70 x 60 x 12 cm

Leia mais

Feco Hamburger e o tempo longo, por Tadeu Chiarelli

novembro 23, 2019 | Crítica, ensaio, Feco Hamburger

Noites em Claro, exposição de fotografias de Feco Hamburger na Pinacoteca do Estado

Tadeu Chiarelli

Em 2004, na individual que apresentou na Pinacoteca do Estado, intitulada “Noites em claro”, Feco Hamburger mostrou uma série de fotografias em que a questão central era o “tempo longo” dos astros celestiais, captados por meio de tomadas de longa exposição. Outra questão primordial nas fotos então exibidas – e que tanto surpreendeu e encantou o artista – foi a presença de uma luz misteriosa nas fotos, muito embora todas tivessem sido realizadas durante a noite.

Leia mais

Feco Hamburger: “Eu vi um eclipse lunar durante o Kuarup, no Alto Xingu”

outubro 2, 2019 | Feco Hamburger, Notícias

Criador de universos paralelos, construídos, via de regra, a partir da fotografia, Feco Hamburger sente-se igualmente à vontade, em sua inquietude, em registros documentais.  Exemplo disso é a série de fotografias sobre a cerimônia do Kuarup, que Feco registrou durante uma expedição às aldeias Aldeia Kamaiurá, Yawalapiti e Amaru, em 2018, no Alto Xingu. Surpreendido por um eclipse lunar durante a cerimônia, Feco enxergou ali uma ponte entre o movimento do mundo, rituais ancestrais e os desafios atuais do que chamamos civilização. “O eclipse poderia ser apenas  uma evidência de que a Terra é redonda. Hoje, eu diria que o eclipse estava sinalizando os tempos sombrios que temos que enfrentar”, diz o artista, que detalha mais sobre essa experiência na entrevista a seguir.

Leia mais

Preview: Janaina Torres Galeria na SP-Foto 2019

agosto 3, 2019 | Feco Hamburger, Jordi Burch, Kitty Paranaguá, Luciana Magno, Pedro David

Anunciamos com prazer nossa participação na SP-Foto 2019, a maior feira de arte fotográfica da América Latina. Estaremos presentes com obras de Alex Sandro, Feco Hamburger, Kitty Paranaguá, Jordi Burch, Luciana Magno e Pedro David.

Kitty Paranaguá, Pequenas Infâmias I (da Série Pequenas Infâmias), 2013, Pigmento sobre papel de algodão, 100 x 75 cm

 

Kitty Paranaguá, Sem título (da Série Lavando a Alma), 2014, Pigmento sobre papel de algodão, 60 x 80 cm

Leia mais

Preview: Janaina Torres Galeria na SP-Arte 2019

março 24, 2019 | Andrey Zignnatto, Daniel Jablonski, David Magila, Feco Hamburger, Heleno Bernardi, Sandra Mazzini, Stephan Doitschinoff

Andrey Zignnatto, Tapete de Orações #2, 2019, Papel de saco de cimento e tapeçaria, 146x100cm

ANUNCIAMOS com prazer nossa participação na SP-Arte 2019, a maior feira de arte contemporânea da América Latina, com uma seleção de trabalhos de Andrey Zignnatto, Daniel Jablonski, David Magila, Feco Hamburger, Heleno Bernardi, Pablo Ferretti, Pedro David, Sandra Mazzini e Stephan Doitschinoff. A feira acontece de 3 a 7 de abril, no Pavilhão da Bienal, no Ibirapuera, em São Paulo. Estaremos no Stand A12. Veja a seguir obras selecionadas.

Leia mais

Preview: Janaina Torres Galeria na ArtRio 2018

setembro 14, 2018 | Andrey Zignnatto, Daniel Jablonski, David Magila, Feco Hamburger, Feiras, Heleno Bernardi, Notícias, Pablo Ferretti, Sandra Mazzini

Apresentamos com prazer um preview de nossa seleção de artistas e obras para nossa primeira participação na ArtRio 2018. A feira acontece na Marina da Glória, no Rio de Janeiro, entre 26 ( para convidados ) e 30 de setembro. Estamos no stand V7. Aproximem-se.

Sandra Mazzini

Sandra Mazzini, Sem título, 2018, Óleo sobre tela, 165 x 180 cm

Leia mais

Preview: Janaina Torres Galeria na SP-Arte/Foto 2018

agosto 4, 2018 | Daniel Jablonski, Exposições, Feco Hamburger, Feiras, Jordi Burch, Kitty Paranaguá, Notícias, Pedro David, Talitha Rossi

Apresentamos com prazer um preview de nossa seleção de artistas e obras para a 12a edição da SP-Arte/Foto 2018, no Shopping JK Iguatemi, em São Paulo, entre 22 (para convidados) e 26 de agosto. Estamos no stand B12. Aproximem-se.

Daniel Jablonski, O Sono Louco – Quem vigia o vigia, 2016, Pigmento sobre papel de algodão, 30 x 43 cm (cada)

Leia mais

Feco Hamburger e o desafio ao Homo Deus

agosto 3, 2018 | Entrevista, Feco Hamburger, Feiras

Escotilha 1, 2018, Pigmento sobre papel de algodão, 100 x 80 cm

“No entanto, se move” – eppur si muove – é a frase polêmica com a qual Galileu Galilei renegou a visão heliocêntrica do mundo perante o tribunal de Inquisição. Quatro séculos depois, é também o título da nova série de imagens produzidas por Feco Hamburger, que a Janaina Torres Galeria mostrará com exclusividade na SP-Arte/Foto 2018, de 23 a 26 de agosto (stand  B12).  Herético, Feco desafia os limites da fotografia e da representação, criando universos paralelos construídos a partir de mecanismos de precisão, como ele diz. Refaz assim o imaginário do nosso tempo, desafiando o determinismo tecnológico que anuncia o Homo Deus. Conversamos com Feco Hamburger sobre o movimento do mundo – que, sim, ainda se move, no seu entender.

Leia mais

Janaina Torres Galeria na PARTE 2017

novembro 1, 2017 | Exposições, Feco Hamburger, Feiras, Heleno Bernardi, Kika Levy, Notícias, Sandra Mazzini, Talitha Rossi

Talitha Rossi, Transfusão, 2015, Bordado sobre polaroid, 28 x 24 x 5 cm

Anunciamos com prazer nossa participação na PARTE Feira de Arte Contemporânea 2017, de 8 a 12 de novembro, no clube A Hebraica, em São Paulo (stand A02). Entre os artistas selecionados, estão Feco Hamburger, Heleno Bernardi, Kika Levy, Sandra Mazzini e Thalita Rossi. Saiba mais, abaixo, sobre os trabalhos que estarão presentes no nosso stand. 

Leia mais

As Miradas de Feco Hamburger. Aproximem-se.

outubro 31, 2017 | Crítica, ensaio, Feco Hamburger, Notícias

Feco Hamburger, Mirada 12, Jato de tinta sobre papel de algodão, aço inox e lente Fresnel, 2017, 30x30x8 cm

Miradas são obras que exploram cosmogonias – e a relação do humano com o universo, através do olhar. Criação do artista Feco Hamburger, aproximam os espectadores da obra, que a exploram, encantados, sob ângulos diversos. Revelam paisagens, cenários e mistérios. Um dos maiores sucessos da carreira desse artista inquieto, conheça as novas Miradas de Feco Hamburger e uma breve descrição do artista sobre as obras.

Leia mais

Três perguntas para Feco Hamburger

agosto 2, 2017 | Entrevista, Feco Hamburger

Depois do sucesso da exposição “Quando percebi era uma aurora”, que inaugurou a Janaina Torres Galeria (veja imagens aqui), é natural a curiosidade do público crescente do fotógrafo Feco Hamburger sobre seus próximos passos. Fizemos três perguntas a ele sobre como anda seu intenso processo criativo – e o que nos aguarda, felizmente, em breve.  

PERGUNTA:  Depois de explorar o espaço sideral, o que você explora neste momento?
Feco Hamburger: Estou envolvido com o tempo e os deslocamentos da paisagem. Tenho estudado tempos geológicos e astronômicos e cosmogonias que eu não conhecia, como as dos índios amazônicos. É muito interessante ver como o mesmo céu pode ser nomeado e entendido de maneiras tão diferentes. As escalas e métricas, tão presentes, podem ser elásticas, e essa plasticidade dos modelos de mundo tem me interessado. O espaço sideral permanece presente, ainda que as soluções formais sejam novas e acrescidas de novas paisagens base. Há obras novas com experimentações de montagem também.

Leia mais

Feco Hamburger mira o telescópio, que mira o universo

maio 4, 2017 | Crítica, ensaio, Exposições, Feco Hamburger


Feco Hamburger, Alma IV, Jato de tinta sobre papel de algodão, 40 x 60 cm

Por Agnaldo Farias *

Os limites espaço-temporais da nossa percepção, condenada ao que se alcança com os olhos e ouvidos confinados num horizonte circular e fincados no presente, geram como reação o fabrico de mapas e modelos de toda ordem.

Nada mais que a expressão de um desejo atávico pelo controle das coisas, sejam elas aéreas, territoriais, geográficas, políticas, corpos biológicos; o impulso transborda sobre o corpo do mundo, no que dele é visível e invisível, e vai muito além dele.

(veja obras da exposição de Feco Hamburger na Janaina Torres Galeria, aqui)

Leia mais

Feco Hamburger está só

outubro 26, 2016 | Exposições, Feco Hamburger

Por Diógenes Moura *

O tempo-tempo. Uma obsessão quase científica. O fotógrafo diz que o mundo “é para os fortes”. Por isso, as galáxias. Por isso a natureza-natureza, o homem-mar sobre a rocha-mirante. A fotografia se desloca. O que vai além será sempre a nossa busca diante da solidão cósmica. O tempo-tempo inserido nas ondas das antenas parabólicas. Por isso as repetições. O fotógrafo respira. Repete. Repete. A imagem já não basta. O objeto ultrapassa a mancha fotográfica. A espera derrete segundos. O que esse homem quer dizer? Ele sugere Deus e logo em seguida o apaga. Num corpo invisível observa o universo a partir de uma antena-chaise-longue. Seu astronauta é um homem que também é uma miniatura, uma espécie de super-herói sem retorno. Sim, o mundo “é para os fortes”. Deixe disso. O mundo é para os que sabem enxergar. Ver já não basta. Fotografia já não basta. A garra da traquitana, esse esqueleto de aço-negativo na extremidade poderá modificar o pensamento: diodo emissor de luz, pinças, filme 35mm, ET CETERA assim por diante, os demais, o restante. Fotografia, apenas fotografia já não basta. Ciência versus metáfora. Os Deuses estão exaustos. Feco Hamburger está só.

* Diógenes Moura é curador de Quando percebi era uma aurora, exposição de Feco Hamburger

Exposição instigante de Feco Hamburger será inaugurada em 20 de outubro na Janaina Torres Galeria

outubro 20, 2016 | Exposições, Feco Hamburger, Notícias

Com curadoria de Diógenes Moura, Quando percebi era uma aurora traz uma viagem visual contemporânea e consistente, numa galáxia de referências que vão da música de David Bowie às paisagens românticas de Caspar David Friedrich; serão 28 imagens exibidas ao público até o dia 17 de dezembro

São Paulo, outubro de 2016 – O mais novo espaço de arte de São Paulo vai abrir as portas ao público com o pé direito. A exposição escolhida para inaugurar a Janaina Torres Galeria no dia 20 de outubro será uma mostra do fotógrafo Feco Hamburger, um dos mais inventivos e consistentes artistas de sua geração, com curadoria de Diógenes Moura. A escolha de Feco para abrir os trabalhos da galeria foi uma decisão natural para Janaina Torres. “Feco reúne duas qualidades que considero imprescindíveis para um artista: inquietude e consistência. Seu trabalho é articulado com várias áreas do conhecimento, como a Física e a Linguística, e compõe, em seu conjunto, uma narrativa instigante e muito atraente. Ao mesmo tempo, cada peça possui uma força imagética própria. Feco também tem sido um grande parceiro de trabalho”, conta.

Leia mais