newsletter |siga-nos

Janaina Torres Galeria na Sp-Arte/Foto/2017

16 de December de 2017 • Daniel Jablonski, Exposições, Feco Hamburger, Jordi Burch, Kitty Paranaguá, Notícias

Temos o prazer de participar da Sp-Arte/Foto/2017, o mais importante evento de fotografia do País, com trabalhos de Kitty Paranaguá, Feco Hamburger, Daniel Jablonski, Jordi Burch e Talitha Rossi.

Stand 24 – 4o Piso
24 A 27/08
JK Iguatemi – Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2041 – Itaim Bibi, São Paulo
10 às 22h
Entrada gratuita

Saiba mais sobre os artistas e suas obras.

KITTY PARANAGUÁ

Simone e Miguel, Ladeira dos Tabajaras, 2016, pigmento sobre papel de algodão, 100 x 100 cm

A fotógrafa carioca traz a São Paulo as séries Campos de Altitude (foto acima) e Copacabana, que compõem, respectivamente, o acervo do Museu de Arte do Rio (RJ) e da Maison Européene de la Photographie (Paris). Kitty nasceu no Rio de Janeiro em 1955, e vive e trabalha no Rio de Janeiro, Brasil. Autora de um trabalho que transborda poesia, fruto de sua relação com as pessoas, lugares e objetos que fotografa, suas obras retratam aspectos e espaços geográficos a partir da conexão que estabelece com suas as paixões, crenças, humores e memórias. Com uma carreira estabelecida há mais de 20 anos, Kitty Paranaguá iniciou como repórter fotográfica no Jornal do Brasil. A fotógrafa foi um dos destaques da 10ª edição do FotoRio 2017, e foi eleita representante do evento carioca no Festival Internacional de Fotografia de Pequim. Recentemente, suas obras foram incorporadas pelo acervo da Maison Européenne de la Photographie (MEP)  e do Museu de Arte do Rio (MAR).

Página da artista
Página da exposição Campos de Altitude
Mais sobre Kitty Paranaguá

FECO HAMBURGER

Mirada 1, 2017. Jato de tinta sobre papel de algodão e lente Fresnel. 30 x 30 cm

O fotógrafo paulistano explora em seus novos trabalhos novas cormogonias e visões de mundo, em busca de novas soluções formais. Feco nasceu em São Paulo, em 1970, onde vive e trabalha. Fotógrafo com crescente interesse em outras mídias, explora a percepção do tempo, as porosidades do encontro com o outro, a transformação do objeto pelo olhar. Seu trabalho trama uma relação visível com a natureza das coisas, e com o contraditório, transitando entre o onírico e o documental. Estudou física na Unicamp e Linguistica na USP. Em 2004 realizou uma exposição individual na Pinacoteca do Estado de São Paulo. Em 2013, fez residência no Atelier Temporário do Pivô (SP), que resultou na exposição À Tona, realizada no mesmo espaço.

Página do artista
Página da exposição Assim que vi era uma aurora (Janaina Torres Galeria)
Mais sobre Feco Hamburger

DANIEL JABLONSKI

Os anos possíveis, 2016, jato de tinta sobre papel fotográfico 53x80cm

Sua produção multifacetada conjuga teoria e prática propondo, por meio de performances, que o espectador se coloque em um lugar comum entre artista e cidadão. Jablonski nasceu no Rio de Janeiro em 1985 e vive e trabalha em São Paulo. Mestre em História da Arte e Filosofia Contemporânea pela universidade La Sorbonne de Paris, foi estudante visitante da Columbia University in the City of New York, e artista indicado ao Prêmio PIPA 2017.

Página do artista
Mais sobre Daniel Jablonski

JORDI BURCH

Sem título (da Série Havia sol e éramos novos), 2014. Jato de tinta sobre papel Fine Art. 60 x 50 cm

Artista do deslocamento, entre linguagens, percepções e paragens, é dono de uma fotografia culta e pessoal e tem o referencial, clássico ou contemporâneo, como ponto de partida para seus trabalhos. Nasceu em Barcelona em 1979 e vive e trabalha em São Paulo. Jordi Burch foi para Portugal ainda bebê, onde cresceu, estudou e iniciou sua prática artística. A cada novo projeto o artista busca um diálogo entre a memória e o instante presente, criando ressignificações em sua fotografia. Por meio de interpretações do espaço, da literatura, da arquitetura e do indivíduo, sua obra forma uma grande atmosfera que diz respeito à coletividade. Em 2017 terá uma individual no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

Página do artista
Mais sobre Jordi Burch

 

TALITHA ROSSI

A filha da Internet #1 (série CAPSLOCK: a mãe natureza e a filha da Internet), 2016, pigmento sobre papel de algodão, 15x15cm

Nasceu em Resende em 1987 evive e trabalha no Rio de Janeiro. Artista plural, desenvolve sua obra a partir de uma poética própria, que questiona o posicionamento da geração Y perante questões femininas e midiáticas. Performance, fotografia, objetos e pinturas são seus suportes de escolha, que abrigam este universo, por meio de um olhar delicado e pungente. Autodidata, a artista exerce sua prática na experimentação, e aprende a lidar com a materialidade em seu próprio fazer artístico. Foi assistente de estúdio de Tunga e tem em seu currículo exposições em Londres, Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

JANAINA TORRES GALERIA NA SP-ARTE/FOTO/2017

Stand 24 – 4o Piso
24 A 27/08
JK Iguatemi – Av. Pres. Juscelino Kubitschek, 2041 – Itaim Bibi, São Paulo
10 às 22h
Entrada gratuita